Vendo a face de Senhor na crise – Parte II

Tema das crianças: “E tudo começou…”

II Crônicas 7.13-16

  • Em Tiago 1.3-12, aprendemos que em momentos de provação da nossa fé precisamos ter atitude de:
    • Servo
    • Alegria no Senhor
    • Pedir sabedoria a Deus
    • Contentamento
    • Perseverança
  • Em Gálatas 6.7-9, aprendemos que precisamos fazer escolhas responsáveis
    • Se fizermos escolhas más, colheremos destruição.
    • Se optarmos por fazer o que é justo, colheremos bons frutos no tempo certo.

I. E se vier um tempo de escassez? (v.13)

  • Nos últimos anos houve aumento da renda, do volume de emprego e do acesso ao crédito.
  • O brasileiro passou a comprar muito mais
  • Houve um aumento de 10% ao ano do mercado de bares e restaurantes
  • O nível de endividamento…
    • Em 2005, 19%,
    • Janeiro de 2011, 46%
    • Dezembro de 2015, 61%
    • 22,7% das famílias estão com contas atrasadas.
  • Em resumo nos últimos anos,
    • Tivemos aumento de nossa renda e compramos muito,
    • Pegamos mais dinheiro emprestado para comprar mais,
    • Ainda assim conseguimos gastar mais do que tínhamos,
    • Com isso, ficaram endividados.
  1. Se nosso país está em crise, está colhendo aquilo que plantou, ou ainda, estamos sendo disciplinados por Deus por causa de nossos pecados.

Há dois problemas quando pecamos:

  • Sofremos as consequências do pecado (Gl. 6.7-8);
  • Perdemos a garantia do favor de Deus. (Sl 66.18)

Seja qual for a situação, qual a direção de Deus para um tempo de crise?

II. O que você deve fazer?

1. Seja reconhecido pelo nome de Deus

“se o meu povo, que se chama pelo meu nome,..” (Isaías 43.6-7; João 1.11-12)

Os filhos são reconhecidos pelo nome do Pai. São estes que participam da sua glória.

Aplicação: Em meio a uma crise, o melhor recurso que se pode ter é o fato de se pertencer de Deus.

2. Deixe de confiar em si mesmo

Orgulho é a confiança em quem se é e nos recursos que se tem.

“se humilhar…” (Jeremias 9.23-24)

Aplicação: Nos últimos anos muitos reconheceram o dinheiro e o que ele poderia comprar como fonte de prazer. Alguns sentiam segurança porque o banco lhes dava crédito. Porque tinham um bom limite no cartão. Isso é o orgulho bíblico.

É o mesmo que faz com que alguns prefiram ficar isolados sem se relacionar, é o que faz com que outros queiram desenvolver uma vida sem que nunca precisem da ajuda de alguém.

Por isso, o orgulho é uma grande barreira no relacionamento entre as pessoas e das pessoas com Deus.

3. Desenvolva hábitos de oração e compreensão da Palavra de Deus com humildade

Não existe outra atitude tão importante ao se aproximar de Deus para orar e ler a bíblia, quanto a humildade.

“e orar, buscar a minha face” (Hebreus 4.16)

Aplicação: Ao orar ao Senhor, tenha um coração honesto e fale exatamente o que está pensando, mas, não esqueça que Deus é infinitamente maior que você.

Ao ler a Palavra, sua preocupação é…

  • Não posso questionar o que Ele ensina, apenas entendê-lo.
  • Não posso ir com preconceitos como se pudesse ensiná-lo, mas, preciso apenas aprender d’Ele.
  • Na maioria das vezes, o que você precisa ouvir, vai machucar seu ego, e o ajudará a morrer para si, para viver de verdade.
  • Na maioria das vezes, o conforto virá da obediência à Palavra de Deus que machucou seu eu.
  • Assim, Deus derramará seu favor sobre você.

4. Arrependa-se de verdade, renunciando o pecado e praticando a justiça

“e se afastar dos seus maus caminhos,” (Atos 26.20).

Aplicação: Frieza espiritual é uma doença curada com humildade, reconhecimento e confissão de pecado e definição de uma nova rota.

  1. Ore para que Deus esquadrinhe o seu coração
  2. Liste os pecados que Ele for revelando, reconheça-os e peça perdão por eles.
  3. Confesse-os ao seu discipulador, ele vai orar por você e acompanhar você.
  4. Se vocês dois reconhecem que certo pecado tem dominado você, procurem alguém mais experiente no conhecimento e prática da Palavra.

III. O que Deus fará

1. O Deus Todo-poderoso se importará com você

“dos céus o ouvirei,” (Isaías 57.15)

Aplicação: A crise é um momento em que somos provados na confiança do controle de Deus.

  • Quantas vezes você perdeu a confiança para orar ou obedecer a Palavra de Deus?
  • O que você pensou sobre Deus naquele momento? Que Ele estava muito distante de você, que Ele não teria misericórdia?
  • Você procurou vasculhar sua mente a busca de alguma verdade da Sua Palavra ou ficou vagueando entre os seus próprios pensamentos?
  • Se você se humilha diante de Deus, O Todo-Poderoso do alto e sublime trono, estará ao seu lado.

2. O perdão de Deus é sua primeira e maior solução

“…perdoarei o seu pecado” (1 Tim. 1.16).

Aplicação:

  • Em uma crise, a maior perda possível não são os recursos financeiros, mas a intimidade com Deus.
  • Da mesma forma, o maior valor que podemos ter em uma crise, é a confiança do relacionamento com Deus, porque Ele perdoou.

3. Cuidado de Deus é o bônus para coração humilde

“e curarei a sua terra.” (Hebreus 13.5)

Aplicação:

  • Melhor paz tem aquele sabe que Deus o sustentará, mesmo que as circunstâncias pesem contra isso.
  • – Corvos alimentaram Elias no isolamento do Jordão
  • – Em meio a seca que assolava a região, ele foi alimentado por uma viúva pobre

IV. Conclusão

  • Muitos estão sofrendo com a crise de nosso país.
  • Mas busquemos e continuemos a buscar a face de Deus sem confiar em nós mesmos.
  • No tempo devido, se perseverarmos, colheremos a recompensa de nossa paciência.

15De hoje em diante os meus olhos estarão abertos e os meus ouvidos atentos às orações feitas por (diga seu nome). 16Escolhi e consagrei (diga seu nome) para que o meu nome esteja nele para sempre. Meus olhos e meu coração em (diga seu nome) sempre estarão.” (vs. 15-16).

Questões para refletir e conversar no encontro

  • Que atitudes devo manter em tempo de crise?
  • O que mudou na forma como vejo a crise com esta Palavra?
  • Como a crise tem ajudado no meu relacionamento com Deus?

Prática da Palavra

  • Faça um plano de prática de verdades da Palavra substituindo hábitos de pecados por hábitos santos.
  • Coloque diante de Deus todos os dias, necessidades e preocupações suas e de seus irmãos em oração.
  • Memorize II Crônicas 7.14 (talvez 14-16!)
Anúncios