Irmãos buscam mendigos nas ruas e levam a IBG para comer e assistir ao culto

Projeto BUScando a Glória
Projeto BUScando a Glória
Estas são palavras da Irmã Élissa uma das idealizadoras do Projeto BUScando a Glória.

“Toda honra e toda glória ao único que é digno!

Domingo, quando o morador de rua de cabelos cacheados (aquele que pediu para Ana não se esquecer dele) viu a van se aproximando gritou perguntando:

– “É a van da igreja?”
O Edson respondeu: “É sim”.
E ele gritou eufórico e agitado: “Oba, vamos lá pessoal, é a van da igreja, vamos pessoal, é a van da igreja!”. E saiu chamando a todos na rua. Domingo nós tínhamos uns 10 visitantes trazidos pela van, moradores de rua!
‘E a fé vem pelo ouvir e ouvir a palavra de Deus’.

Os que já estavam vindo pela segunda vez estavam sóbrios, e arrumados! Um dos que aceitou a Jesus uma semana antes pediu ajuda, ele disse que é dependente de álcool e crack; pediu para ser internado para reabilitação. Ele é aposentado e ganha até bem; mas gasta tudo com o vício. Ele dizia: “Sr Edson, me ajude, me ajude, me interne, me ajude”.

Tem também o Dedé (aquele senhor pequenininho que gosta de gritar kkkk). Ele é engraçado, ficou perturbado depois de ser deixado por sua mulher; ele é protegido pelos moradores, vive nas ruas, alcoolizado. Mas ontem, estava sóbrio!

Tem um outro que seu nome é Bruno, conhecido nas ruas por palhaço, pois ele coloca um nariz de palhaço e pede no sinal ali próximo ao pavilhão de feiras e eventos (center modas), próximo ao carvalho. Este Bruno, o palhaço, já foi conosco a algumas reuniões da Casa do Oleiro para ser internado, ele quer sair das ruas, quer sair do crack; não sabemos muito do passado do Bruno, mas ele parece ter tido educação, sabe conversar, se portar, e ele sempre agradece pelo que já fizemos, mas eu creio que se ele tem grandes chances de mudar de vida com nossa intervenção.

Irmãos, ontem no meio dos moradores também vieram mulheres!
vamos orar, orar, orar, grande é a batalha, mas ainda maior será a nossa vitória para honrar e glorificar no nome sobre todo o nome: Jesus! Eu creio que podemos, como a igreja de Cristo, fazer a diferença na nossa cidade, e daqui a alguns anos (junto com outras igrejas, pois há um só pastor, e um só Espírito) poder ser referência de que em Teresina não há mais moradores de ruas! Isso é possível, irmãos, em muitas cidades não existem moradores de ruas! E nós podemos sim sonhar em alcançar essas almas sedentas, os campos estão brancos (para quem entende de plantação, sabe que quando os campos estão brancos significam que eles já passaram do tempo de ser feito a colheita)! Vamos seguir em frente, rumo ao nosso alvo: Jesus.

Deixe seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s