Gálatas 2.19,20 – Pr. Edson Naves

  
Introdução
1. Há um cântico do passado: “Jesus e eu andamos pelos campos; e passeamos sempre
em comunhão. Com sua voz, instrui-me com carinho; e sempre guia-me com sua mão
(repete).” Iremos juntos para todo sempre; jamais acabará a comunhão; o mundo
passará com seus cuidados, mas eu com ele tenho a salvação…”
2. Sempre que eu sou convidado para pregar em uma igreja, busco o Senhor para saber
o que pregar… É mais confortável pregar em série do que mensagens avulsas…
3. Desde 2008, quando decidi buscar conferencias bíblicas para assistir e participei do
together for the gospel, fui desafiado a um ministério Cristocentrico! Uma pregação
Cristocentrica, e consequentemente uma vida Cristocentrica!
4. Após 27 anos de ministério lá na I.B.Maranata, tenho me apercebido que resgatar a
igreja de Atos 2 é muito mais do que resgatar a forma e sim resgatar o conteúdo, a
vida, a essência do cristianismo!
5. A igreja hoje é ESPIRITO SANTO CÊNTRICA! Onde a ênfase é numa vida de poder,
poder sem lutar contra o pecado! A vida Cristocêntrica é de constante luta contra a
carne!
6. Em João 14 a 16, vemos Cristo instruindo seus discípulos de como seria a vida deles
após sua partida de volta para os céus. Inclusive introduzindo a pessoa e obra do
Espirito Santo; a sua função e o relacionamento com Ele.
7. Em Lucas 14.27 Cristo afirma uma segunda condição para ser seu discípulo: “tomar a
cruz”…
8. Então chegamos a Gálatas 2.19, 20. Cristo vive em mim! Aí me lembrei de outro
cântico da década de 60: Cristo vive em mim, Cristo vive em mim; oh que maravilha é,
que Cristo vive em mim!
9. Uma pergunta reflexiva: Quanto tempo você consegue caminhar sem falar com Jesus?
Sem pensar nele? Você consegue caminhar sem buscar a direção dele?
10.Aqui em Gálatas Paulo estava perplexo de que aqueles crentes estavam trocando o
relacionamento e a obra de Cristo por outra substitutiva! Fico pensando se Paulo
vivesse nestes nossos dias em que os crentes trocam Cristo pelo sistema do mundo.
11. Mas o que definitivamente é uma vida Cristocentrica? Aquela em que Cristo é o centro!
Tudo gira em torno dele. Tudo é dele, por ele e para ele! Ele é a primeira pessoa a ser
consultado para tudo!
 
A VIDA CRISTÃ NORMAL É UMA VIDA DE MORTIFICAÇÃO DA CARNE.
I- HOUVE UMA UNIÃO VITAL COM ELE
“Estou crucificado com Cristo”
12. União é uma dos 13 aspectos da salvação, também declarado em Romanos 6.4.
13. Estamos tocando na base de tudo. A salvação não é uma simples aceitação de uma
mensagem, de uma verdade sobre os pecados e de um céu, um lugar lindo e perfeito
para se morar depois da morte!
14. Eu tenho sido crucificado com Cristo… Uma crucificação quer ocorreu naquele dia
quando me rendi aos pés de Jesus e que perdura até hoje e para sempre!
15. Ela é vital porque é definitiva, não é passageira, nem muito menos superficial. Essa
crucificação não é diária, é posicional, definitiva e única.
16. Ela me dá as condições de tomar a minha cruz e seguir o exemplo de Jesus a cada
dia.
17. Quando eu morro para a carne, A vida que vivo é a de Cristo, sigo seus passos e
exemplo.II- ELE ESTÁ ESPIRITUALMENTE DENTRO DE MIM
” Cristo vive em mim”
18. O meu eu está crucificado e Cristo está vivo. Esta realidade é o cumprimento da
promessa feita por Jesus aos seus discípulos em João 14.23 “O Pai o amará e
viremos e faremos nele morada.”
20. Então não é somente o Espirito Santo que habita em mim; as três pessoas da trindade
habitam!
21. Vivemos uma inversão de valores quando enfatizamos a pessoa do Espirito Santo.
Observe as palavras de Jesus aos seus discípulos naquele mesmo contexto: ” Ele me
glorificará porque há de receber do que é meu… Tudo quanto o Pai tem é meu… Por
isso ele receberá do que é meu…
22. Cristo me dirige, me protege – este é o conteúdo de outro cântico. Cada dia me dirige,
cada dia me protege, cada dia sinto seu amor por mmim… Cada dia há coisa nova,
cada dia vejo a prova, do poder do grande amor, do meu senhor e rei!
23. O que mais sinto falta nestes dias difíceis são de cânticos que me ajudam a lembrar
destas verdades cruciais das Escrituras. Não é não gostar dos cânticos novos; é sentir
falta de cânticos que expressem essas mesmas verdades!
III- É UM VIVER BASEADO NAS COISAS INVISÍVEIS
“vivo pela fé no filho de Deus…”
24. Agora ele fala do viver diário, da mortificação diária do meu eu. O viver que agora vivo
na carne. A minha vida diária passa a ser governada pelos princípios contidos nas
Escrituras, visto na vida de Jesus e também na dos servos e servas e Deus que
vivera, no passado.
25. É uma vida sobrenatural, completamente diferente da que o mundo vive; com recursos
diferentes dos que o mundo se utiliza, com a certeza completamente diferente da que
o mundo experimenta.
26. O padrão então é o de Jesus que deu a sua vida por mim, e me ensinando como me
relacionar com os outros, ou seja, disposto a dar a vida pelas pessoas que convivo.
Uma vida de se entregar, se dar, nao é egoísta, nao é interesseira; é sim por amor.
Reflexão
Quanto tempo você fica sem conversar com Cristo?
Pense em uma área de sua vida em que você é diferente de Cristo? O que você precisa fazer para mudar isso?

Deixe seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s