Lidando com desejos idólatras no meu Coração

Gênesis 30.1-8, 22-24 e 35.16-18

 

A infertilidade foi uma característica presente entre os Patriarcas:

  • Abrão: Gênesis 16.1-5
  • Isaque: Gênesis 25.20-21

Contexto

  • Raquel era mais formosa que Lia, Jacó a amava muito (Gênesis 29.17-18);
  • Jacó desprezava Lia, mas o Senhor teve misericórdia dela (Gênesis 29.30-35).

Para refletir: O que te faria morrer?

Dá-me ………….. ou eu morrerei?

… um namorado, marido, esposa

… carinho, atenção, compreensão

… sexo, paz, segurança, fidelidade

… reconhecimento profissional

… reconhecimento paterno/materno

… o sucesso dos filhos na escola, igreja ou trabalho

… pais que me compreendam e me apoiem…

Mas quais as características de um coração com desejos idólatras?

I – Busca satisfazer-se longe de Deus (Gn. 30.1-2)

  • Raquel não admitia ser inferior a sua irmã e por isso pressionava o seu marido (Jeremias 17.5)
  • Lia sofria de um mau parecido, queria filho não para glorificar a Deus, mas simplesmente para tentar conquistar o amor do seu marido. (Gn. 29.31-35)

II – Parece que nada de bom existe mais (Gn. 29.16-18; 30.1-2)

  • Raquel era bonita, amada por seu marido, mas isso não era suficiente e parecia que não havia nada de bom em sua vida (Jeremias 17.5-6)

III – É capaz de pecar para ter o desejo atendido (Gn. 30.1-8)

  • Não era plano de Deus um homem ter mais de uma mulher
  • Deus prometeu abençoar o seu povo com muitos filhos, mas foi justamente nessa área que os Patriarcas tiveram mais problemas;
  • O desespero de Raquel era incontrolável: vs.14-16 (Queria a Mandrágora porque na época acreditava-se que ela poderia lhe conceder filhos);
  • Deus queria dependência Dele e sempre supria e cumpria as suas promessas.

IV – O desejo idólatra é insaciável (Gn. 30.22-24)

  • Raquel não se satisfez com José (que o Senhor me acrescente outro) e continuou desejando filhos para “ganhar” a disputa (Prov. 17.9; Prov. 27.20);
  • E terminou sofrendo, pois seguir um desejo idólatra termina em sofrimento ou morte (vs. 35.16-18)
  1. Preocupa-se apenas consigo mesmo, é Egoísta:
  • Raquel não reconheceu o propósito maior de Deus em lhe conceder um filho e desejou mais filhos até morrer. Continuou pensando apenas em si mesmo, demonstrou isso até na escolha do nome do seu filho (Benoni – o filho do meu sofrimento) no momento de sua morte, (Jr. 17.10)

Conclusão

  • Se há algum desejo, além de glorificar a Deus, que domine a sua mente, coloque-o no altar do Senhor e deixe Deus lhe satisfazer como lhe aprouver (Salmo 37.4-5)
  • Enquanto você não entender que está pecando e se arrepender da sua idolatria Deus não agirá (Ezequiel 14).
  • Siga exemplos Bíblicos de pessoas que tiveram desejos e se satisfizeram no Senhor (Ana: 1 Samuel 9-20; 2.20-21)

Tarefa prática

  • Memorize Salmos 37.4-5;
  • Confesse ao seu discipulador algum desejo idólatra que você tem dificuldade de lidar.
  • Se você entendeu que deve mudar algo em sua vida, faça um plano prático de mudança e compartilhe com a seu discipulador ou com sua célula;

Perguntas para o Encontro da Célula

  • O que Deus lhe falou através da mensagem ou do seu MDD?
  • Por que você acha que Deus não atendeu inicialmente o desejo de filhos de Raquel?
  • O que você pretende fazer para enfrentar os seus desejos idólatras? Explique