Tito 1.1-4

Tito 1.1-4
Baixar Mensagem Comentada – Link MensagemContexto histórico

Paulo escreve sua saudação a Tito demonstrando quem era e o propósito de seu ministério. Sua identidade de servo e apóstolo demonstrava seu relacionamento com o Pai e o Filho, e ao mesmo tempo direcionava sua atividade ministerial, a saber, conduzir os eleitos à fé e ao pleno conhecimento da verdade. Tal atividade havia sido ordenada por Deus (1.3) e produziria esperança naqueles a quem o evangelho e o ensino das Escrituras alcançassem. Por fim, Paulo demonstra seu desejo de graça, misericórdia e paz a Tito, seu filho na fé (1:4), pois precisaria da ação de Deus para o cumprimento de sua tarefa em Creta. A função deste parágrafo era prover exemplo, autorização e incentivo para Tito.

Desenvolvimento

  1. Sua identidade (1.1a)

A identificação de Paulo demonstra equilíbrio entre sua submissão e autoridade

Paulo tinha toda a autoridade para enviar alguém para uma missão e delegar sua autoridade para que esta missão fosse cumprida. Isto serviria de incentivo para Tito que era enviado de Paulo (1:5) e de advertência para aqueles que porventura pensassem em se opor à autoridade de Tito (2:15).

Paulo tinha a noção clara de identidade e atividade e isso é demonstrado nas declarações teológicas no corpo da carta (2.11-14; 3.4-7).

  • A graça salvadora mudou a identidade de Paulo. E a sua?
  • A noção de salvação pela graça dava a perspectiva correta da missão de Paulo. E você, tem esta clareza da sua missão?
  1. Sua atividade (1.1b-3)

O propósito final da atividade de Paulo era produzir firme esperança na promessa de Deus anunciada por ele.

1.1b – para anunciar a fé que os eleitos de Deus exercerão

Paulo tinha como propósito tanto despertar a fé que os escolhidos por Deus exerceriam, ou seja, pregar a mensagem do evangelho, quanto promover o ensino da verdade.

  • Como você enxerga este propósito de Paulo na sua vida?
  • Você é um evangelista? Você vive para ensinar os conceitos Bíblicos visando pessoas piedosas?
  • Qual é o seu propósito de vida?

…e pleno conhecimento da verdade que conduz à piedade

Paulo promoveria um conhecimento profundo e prático acerca do caráter, plano e vontade de Deus para os homens, de modo que este conhecimento levasse os crentes a um estilo de vida reverente, devotado, consagrado a Deus, baseado em Sua Palavra

  • Você entende que não é possível ser piedoso sem ser convertido e conhecedor da verdade?
  • Você percebe que não é possível ser consagrado a Deus sem ser consagrado à Sua palavra?

1.2 – para esperança da vida eterna

A missão de Paulo era promover fé e conhecimento da verdade que por sua vez conduziriam a um terceiro propósito, a esperança de vida eterna (1Tm 1.16).

  • Você percebe que uma vida piedosa é equilibrada e não tem o foco nas coisas terrenas?
  • Você vive intensamente aqui com a esperança viva que viverá eternamente lá?

a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos

Os cristãos cretenses deveriam não só acreditar nas palavras de Deus, mas também refletir Seu caráter em suas vidas e não imitar o mau exemplo dos falsos mestres de Creta.

  • Você entende realmente que Deus não mente e controla tudo?
  • Você já parou para pensar que Ele não está sujeito ao tempo, e por esta razão é o único que pode prometer vida eterna.
  • Você tem convicção que desde a eternidade Deus planejou a vida eterna, e não há nada que se possa fazer para surpreendê-lO, impressioná-lO, enganá-lO, ou até mudar Seus planos?

1.3 – e em tempos devidos manifestou sua palavra pela pregação

O meio usado por Deus para a propagação da mensagem foi a pregação, e anunciada por um instrumento humano.

  • Você é um proclamador da fé e da verdade que leva uma pessoa a ser piedosa e ter esperança da vida eterna?
  • Você vê a importância da pregação das verdades bíblicas?
  • Será que você tem estudado a bíblia o suficiente?

…a qual eu fui confiado por mandato de Deus, nosso Salvador

O valor da mensagem e da missão está nAquele que confiou a mensagem a Paulo. Além do mais, apresenta Paulo como representante autorizado da mensagem divina. O Deus que havia ordenado Paulo é chamado por ele de salvador. Isto destaca mais um aspecto do caráter do Pai.

  • Assim como Paulo você se sente privilegiado e autorizado por ter a possibilidade de conhecer e propagar as verdades bíblicas?
  1. Seu afinidade com Tito (1.4)

Tito era alguém genuíno, sincero (2Co 8:8) e Paulo demonstrava logo no início da carta a autoridade que Tito tinha para ministrar em Creta.

Tito confiou em Cristo por intermédio de Paulo, ou que ele era seu discípulo. Paulo dá a entender seu íntimo relacionamento com Tito, o que reforça a autoridade delegada para o cumprimento das tarefas descritas no próximo versículo (Tito 1.5).

graça, misericórdia e paz de Deus Pai e de Cristo Jesus”

Tito necessitava da intervenção divina para ser modelo (2.7-8) e cumprir sua tarefa em Creta (1.5), Tito necessitava de perdão e provisão diários para a tarefa, mesmo sem merecer (Lm 3:22), pois ele deveria ser modelo de um relacionamento sem barreiras com Deus, fruto de arrependimento e confissão constantes. Além disso, a tranquilidade interior e prosperidade espiritual, que são fruto da ação divina sobre aqueles cuja confiança está completamente depositada em Deus. Tito careceria desta paz para colocar as coisas em ordem na igreja de Creta.

Mais uma vez o caráter do Pai e do Filho é destacado.

  • Você é autossuficiente ou se vê como dependente da graça de Deus para ser modelo e cumprir sua tarefa?
  • Você é uma pessoa que entende que até para trabalhar para Deus precisa da Sua misericórdia? Você se enxerga como um servo ou como um pessoa “indispensável”.
  • Você entrega suas lutas e fraquezas para Deus, a ponto de trabalhar com tranquilidade, sabendo qual é sua identidade e atividade?
  • Você passa este padrão para seus discípulos como Paulo passou para Tito?
  • Você tem desenvolvido relacionamentos pessoais que levam pessoas a viver este padrão?