Um estilo de vida cristão

Baixe aqui a mensagem comentada

Baixe aqui o áudio da mensagem

Atos 2.41-42

Igreja: de organismo vivo para uma organização debilitada

Todos os dias…
Com menos frequência…
Ambiente propício a expressão do amor uns aos outros
Ambiente institucional. Poucas ou nenhuma oportunidades para expressão de amor
Encorajamento mútuo, para amar a Deus e praticar boas obras
O estímulo à fé passou a depender apenas do púlpito
Problemas compartilhados, carregando as cargas uns dos outros
Necessidade dos irmãos passou a ser suprida apenas por oração, “sem obras”
Estavam supridos. O bem de um, era de todos
A mordomia dos bens se tornou limitada a entrega dos dízimos e ofertas’
Valorizavam relacionamentos
Foco na manutenção de programas da igreja
Líderes formados experimentando o “servir” uns aos outros
Liderança escolhida nos seminários avaliados pelo conhecimento teológico
Novos convertidos ensinados individualmente
Novos convertidos ensinados em salas de aula. Muito conhecimento. Pouco exemplo.
Todos servem. Todos são servidos. Edificação mútua.
Um pequeno grupo serve. O restante consome. Surge o clero.
Negavam-se a si mesmos, tomavam a sua cruz e seguiam a Cristo
Avaliam se o culto é bom. Se o pregador é bom, o louvor é bom… para eles. Exaltam-se.

Hoje podemos classificar as igrejas em três grupos:

  1. Igreja convencional – Movidas por programas e ministérios profissionais.
  2. Igreja com pequenos grupos – Há grupos pequenos que são apenas mais um programa.
  3. Igreja comunitária – A igreja se expressa no grande grupo para celebração e treinamento e na comunhão íntima em grupos menores durante a semana.

Estamos vivendo um tempo de restauração

Já faz algum tempo que a igreja está sendo restaurada.

  • O ministério está sendo devolvido a todos
  • O amor a Deus está sendo derramado de uns para com os outros
  • Nossos olhos estão se voltando aos relacionamentos
  • Nossos líderes estão sendo reconhecidos pelo manejo da Palavra, mas principalmente pela humildade em servir
  • Queremos negar a nós mesmos, queremos servir a Cristo

Queremos de novo, a doutrina dos apóstolos, a comunhão, o partir do pão e as orações.

Porém, tais coisas dependem de perseverança.

Eles se dedicavam… ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. (Atos 2.42)

O segredo para perseverança

  1. Uma mente saturada da Palavra de Deus (Romanos 15.4)
  2. Fortalecimento do Senhor (Colossenses 1.10-11)
  3. Olhar fixo nas promessas (II Tess. 2.14-15).
  4. Encorajamento mútuo (Hebreus 10.24-25).
  5. Os tempos difíceis. (Romano 5.3).

Conclusão

Hoje, a igreja está restaurando a visão que um dia foi perdida. Estamos voltando a desfrutar privilégios que perdemos com o tempo. Estamos mergulhando em uma comunhão doce e profunda que preenchem o coração com um sentido para a vida e um desejo de expressar amor a cada dia uns pelos outros. Estamos lutando por isso..

  1. Enchendo a sua mente com a Palavra de Deus
  2. Buscando a intimidade com Deus a sós com Ele
  3. Contemplando as promessas de Deus
  4. Indo atrás de soluções fortalecidos no Senhor
  5. Estimulando e sendo estimulado em comunidade.

Reflita.. (Questões para seu momento diário com Deus e encontro de célula)

  1. Por que uma vida de edificação mútua e diária seria bom para você e para sua célula?
  2. Que compromissos ou prioridades tem ocupado o seu tempo e impedido esta vida de estudo da Palavra, comunhão, partir do pão e orações?
  3. O que você vai fazer agora?

Deixe seu comentário ou dúvida

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s