Deus é Soberano

Implicações da Soberania de Deus
Isaías 46.9-11

Introdução

  • Demonstra que a idolatria não faz sentido (45.1-5);
  • Não há como comparar um pedaço de madeira com Deus. (45.1-5);
  • Deus mostra que Ele é Deus e levanta quem Ele quiser para cumprir aquilo que Ele quer (46.11).
  1. Manda quem pode obedece quem tem juízo (Jó 1.12)
  • Deus controla e manda em todas as coisas;
  • Eu gostar ou não disso não mudará essa verdade;
  • Até mesmo Satanás subordina-se a Deus;
  • Aceitar essa verdade é ter sabedoria (Jó 28.28)
  • Temer a Deus é mais importante do que temer às pessoas (Mateus 10.28-33)

2. A minha vida pertence a Deus, mas sou responsável pelo que decido (Tiago 4.13-15)

  • Não tenho controle sobre a morte;
  • Preciso entender os princípios que Deus determina através de sua autoridade;
  • Glorificar ao Senhor é a razão da minha existência, resistir a isso é sofrer. (Romanos 11.36)
  • Prestarei contas por minhas ações e não do outro (Romanos 14:12,13);
  • Vou responder por minhas escolhas (Gálatas 6:7-8);

3. A Soberania de Deus é minha segurança

Conclusão

  • Deus é soberano, e essa verdade não mudará;
  • A Soberania de Deus me traz segurança, pois Ele me ama, seu propósito é sempre bom e Ele já garantiu a minha salvação;
  • Temer a Deus é o princípio da Sabedoria e evitar o mal é ter o entendimento.

Tarefa prática

  • Memorize Jó 28.28;
  • Procure escrever no que, saber que Deus é soberano, pode lhe ajudar nas decisões do teu dia a dia.

Compartilhe com o seu discipulador e com a sua célula.