Conduta confiável de um discipulador

I Tessalonicenses 2.1-12 – Conduta confiável de um discipulador

Baixar mensagem comentada – Link

  1. Fazer discípulos não é inútil, apesar do preço (vs. 1-2).

Fazer discípulos traz um preço a ser pago.

Mas, não é inútil.

“Por essa razão, não suportando mais, enviei Timóteo para saber a respeito da fé que vocês têm, a fim de que o tentador não os seduzisse, tornando inútil o nosso esforço”. (I Tess. 3.5)

“Fui para lá por causa de uma revelação e expus diante deles o evangelho que prego entre os gentios, fazendo-o, porém, em particular aos que pareciam mais influentes, para não correr ou ter corrido em vão”. (Gálatas 2.2)

“Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil”. (I Cor. 15.58)

  1. Deus reprova, quando se deforma Sua Mensagem para agradar a homens (vs. 3-6)

 

  1. O mensageiro é reprovado se a mensagem ou a motivação forem erradas.

“Matarei os filhos dessa mulher. Então, todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e retribuirei a cada um de vocês de acordo com as suas obras”. (Ap. 2.23)

  1. A mensagem fiel e a motivação pura geram confiança

 

  1. Isso não impede que sejamos agradáveis aos homens.

O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal, para que saibam como responder a cada um”. (Colossenses 4.6)

“Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem”. (Efésios 4.29)

  1. Cuide das necessidades das pessoas, sem esperar ser bem tratado por elas (vs. 7-9)
  2. Ter o filho é uma decisão dos pais. Faça do discipulado, uma adoção

“EMBORA POSSAM TER DEZ MIL TUTORES EM CRISTO, VOCÊS NÃO TÊM MUITOS PAIS, POIS EM CRISTO JESUS EU MESMO OS GEREI POR MEIO DO EVANGELHO”. (I CORÍNTIOS 4.15)

  1. O reconhecimento (honra) dos filhos é um direito dos pais

“VOCÊS JÁ TÊM TUDO O QUE QUEREM! JÁ SE TORNARAM RICOS! CHEGARAM A SER REIS — E SEM NÓS! COMO EU GOSTARIA QUE VOCÊS REALMENTE FOSSEM REIS, PARA QUE NÓS TAMBÉM REINÁSSEMOS COM VOCÊS!” (I CORÍNTIOS 4.8)

  1. Se esforce para ter o discípulo e não o que pode vir dele.

“AGORA, ESTOU PRONTO PARA VISITÁ-LOS PELA TERCEIRA VEZ E NÃO LHES SEREI UM PESO, PORQUE O QUE DESEJO NÃO SÃO OS SEUS BENS, MAS VOCÊS MESMOS. ALÉM DISSO, OS FILHOS NÃO DEVEM AJUNTAR RIQUEZAS PARA OS PAIS, MAS OS PAIS PARA OS FILHOS. (II COR. 12.14)

4) Forme seus discípulos como um pai, ensinando e sendo modelo (vs. 10-12)

  1. a) Uma forma de ensinar que seja sensível à realidade do discípulo (v.12)

“Pois há uma hora certa e também uma maneira certa de agir para cada situação. O sofrimento de um homem, no entanto, pesa muito sobre ele”, (Eclesiastes 8.6)

  1. b) Mostre o que você experimenta da verdade de Deus (vs. 10-11)

“POR ESSA RAZÃO ESTOU LHES ENVIANDO TIMÓTEO, MEU FILHO AMADO E FIEL NO SENHOR, O QUAL LHES TRARÁ À LEMBRANÇA A MINHA MANEIRA DE VIVER EM CRISTO JESUS, DE ACORDO COM O QUE EU ENSINO POR TODA PARTE, EM TODAS AS IGREJAS”. (I CORÍNTIOS 4.17)

Conclusão

Conduta de um fazedor de discípulos:

  1. Resignado – O preço que for pago será útil
  2. Fiel – Mais preocupado em agradar a Deus do que pessoas
  3. Mãe – Cuida das necessidades do filho adotado

Pai – Ensina com sensibilidade e experiência na vida crist