Igreja Batista da Glória

Um igreja da Convenção Batista Brasileira que deseja levar cada membro a viver como servo de Cristo.

Andando em Unidade

Efésios 4:1-16 Andando em Unidade

Introdução

Crentes devem preservar a unidade criada pelo Espírito Santo usando os dons espirituais para a edificação do Corpo.

  1. O Pedido por Unidade (1-3) 

A vida prática da igreja precisa ser coerente com o alto chamado que ela recebeu

  1. O Mandamento (1): Viver Digno da Nossa Posição em Cristo (1)

A vida do cristão deve ser coerente ou correspondente com sua alta posição em Cristo. Este é um conceito repetido muitas vezes em Paulo: aqui, Cl 1:10, Fp 1:27, 1Ts 2:12. 2Ts 1:11.

Os próximos três capítulos abordarão muitos dos aspectos de uma vida digna de Cristo. Serão exemplos práticos da manifestação de Cristo na vida diária.

Mas qual a “vocação” para que fomos chamados? Nos caps. 1-3 o chamado de Deus em Cristo Jesus foi para salvação, que resultou numa posição de unidade e santidade.

Aplicações: 

  • Nunca sacrificamos a verdade em nome da unidade, mas devemos avaliar muito bem as verdades pelas quais vamos nos separar de outros irmãos.
  • A divisão de uma igreja é algo muito sério aos olhos de Deus (1 Cor. 3:17)
  • Somente quando entendo quem “eu” sou e o que tenho em Cristo é que serei capaz de viver uma vida realmente digna de Cristo.
  1. A Maneira de Andar Digno (2,3): Viver seguro, procurando o bem-estar do outro antes do meu.

Pelo fato de ele estar seguro na sua identidade com Cristo, esta pessoa fica livre para amar outras pessoas, abrir mão de seus próprios direitos, e preservar uma unidade criada pelo próprio Espírito de Deus.

Se existe algo em comum nesta lista, talvez seja o fato de que cada item exalta o outro acima de si mesmo.

  1. Humildade Humildade significa colocar os interesses do outro acima dos meus. (Rm 12:3; Jo 15:5).
  2. Mansidão: Muitos definem mansidão como “força sob controle”. É a prontidão de sacrificar meus “direitos” no interesse dos outros (cf. Mt 11:29; Nm 12:3; 1Co 6:7).
  3. Longanimidade: Por confiamos na soberania e justiça de Deus, podemos aguentar males, atritos, irritações e frustrações por amor a Cristo (Rm 2:4).
  4. Suportando-vos uns aos outros em amor: O amor consegue reconhecer que eu também sou pecador como os outros, e por isso devo tratá-los com a mesma graça e paciência que me alcançou.
  5. Esforçando-vos por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz: “Esforçando” é um termo forte, que significa não poupar esforço algum para evitar divisão.

É importante ressaltar que o cristão não “cria” unidade, mas “preserva” ou “guarda” a unidade já estabelecida pelo Espírito Santo

Aplicações: 

  • Será que estou tão seguro na minha posição em Cristo que posso abrir mão de direitos e privilégios por amor ao Corpo de Cristo e ao meu irmão?
  • Sou uma pessoa que pensa nos outros antes de mim mesmo, que não me defendo, e que trata outras pessoas com a mesma paciência e graça com que Ele me trata?
  • Estou me esforçando para manter relacionamentos sadios com outros membros do Corpo, sem barreiras ou obstáculos entre nós?
  • Reconheço como o Espírito Santo fica entristecido por divisões no Corpo, quando Ele é o Autor da unidade? (Cf. 4:30, que fala da tristeza do Espírito num contexto de “palavras torpes” entre irmãos).
  1. A Possibilidade de Unidade (4:4-6) 

Paulo revela a possibilidade de unidade baseada na Santa Trindade e Suas obras na vida da igreja.

Nestes versículos encontramos sete doutrinas fundamentais que unem o Corpo de Cristo Elas parecem agrupadas em blocos de três, três, e um item começando com o Espírito e terminando com Deus Pai:

  1. A unidade existe por causa da habitação do Espírito Santo (v.4)
  2. Há um Espírito Santo que criou um Corpo pelo chamado para uma única esperança de As doutrinas destacadas aqui são:
  • Pneumatologia
  • Eclesiologia
  • Soteriologia
  1. Há um Senhor Jesus por quem, quando cremos, fomos batizados no Corpo. As doutrinas destacadas são:
  • Cristologia
  • Soteriologia
  • [Eclesiologia/Pneumatologia]
  1. Há um só Deus e Pai soberano. A doutrina destacada aqui é:

Teologia (própria)

Aplicação: 

  • Não existe unidade verdadeira e profunda separada da verdade. Precisamos verificar se estamos de acordo com outros “irmãos” nestas doutrinas essenciais da fé cristã.
  • Por causa da obra da Santa Trindade há possibilidade de unidade entre as pessoas mais diferentes! Somente em Cristo isso é possível.

A igreja “invisível” (a verdadeira igreja), na mente de Deus, é tão indivisível como o próprio Deus que a criou!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: