Mateus 18.1-20

Contexto

  • Mateus é uma descrição dos valores e princípios do Reino de Deus.
  • Cada cristão deve viver estes valores e princípios: “Venha o teu Reino”.
  • Todo este texto é uma resposta à pergunta: Quem é o maior?

Humilde: uma exigência do Reino (vs.1-4)

  • Neste ponto a preocupação de Jesus é mostrar aos discípulos que devem ser humildes, ter cuidado e conduzir os outros a serem humildes.
  • Humildade é não considerar valor e motivo de reconhecimento em si mesmo. É o contrário da autoestima. Autoestima é o orgulho em potencial.
  • Como uma criança, reconhecer que é frágil e depende dos outros.
  • Se você não valoriza a humildade é impossível viver os valores e princípios do Reino de Deus.

Zele pela vida dos outros (vs. 5-9)

  • “Estas criancinhas” ou “tal como estas”, são os humildes (v.4)
  • Queira que alguém se importe e repreenda você (Salmo 141.5)
  • Pela humildade, somos como Cristo e Deus nos guardará (v.5)
  • Deus punirá os que fazem os outros pecar (vs. 6-7)
  • Mas, cada um será julgado pelo que fez: o pecado é sério!! (vs. 8-9)

Não despreze, mas traga de volta ao caminho, os afastados! (10-14)

  • Não olhe para o caído com desprezo, mas misericórdia
  • Os que estão espiritualmente fracos, requerem maior atenção
  • Celebre a restauração (Lucas 15.7)

Passos para restauração (15-17)

  1. Procure o pecador em particular (v.15)
  1. “Vá”. Você é responsável pela correção.
  2. “Mostre-lhe o erro”. Explique o pecado praticado.
  3. Tenha o espírito humilde do Reino
  4. Tente levá-lo ao arrependimento.
  1. Una testemunhas com espírito restaurador (v.16)
  1. Testemunhas presenciam ou percebem pessoalmente a atitude errada.
  2. Não há necessidade do papel de testemunhas quando o fato é público
  3. Sem testemunhas a situação deve ser resolvida apenas entre os dois e Deus.
  4. Havendo arrependimento encerra-se e celebra-se a restauração.
  5. Considere levar o caso a pessoas maduras, à liderança (I Coríntios 6.1-8)
  6. Estes devem julgar em caso de conflito a culpa e como restaurar ou restituir
  1. A assembleia dirá se pode reconhece-lo como cristão (v.17)
  1. A igreja não condena alguém à morte.
  2. A igreja reconhece como deve trata-lo, conforme orientação de Jesus
  3. Seu critério é o arrependimento.
  4. Em uma assembleia não há avaliação do caso, apenas, uma constatação

Considerações finais

  • Se a igreja segue a orientação de Jesus, ela reconhecerá o que já é de fato (v.18)
  • Em um processo de disciplina bíblico, Jesus está no meio, concordando (v.19-20).

Conclusão

  • Ser humilde é condição para ser do Reino
  • Humildemente, você procura ajudar seu irmão a estar em pé.
  • Se cair, você se esforçará para que ele se levante

Mesmo, ofendido, humildemente, vai procurar ajudar.

Anúncios