Texto: Hebreus 12.01-17

Material extra(Áudio)

Contexto da Carta aos Hebreus:

No século I quando um judeu se tornava cristão passava por muitas dificuldades. Ele era expulso da sinagoga, sua esposa podia pedir o divórcio, perdia o emprego, os seus bens estavam sujeitos ao confisco, era assediado pela polícia local, podendo ser preso, torturado e até morto e isso tudo por influência dos seus próprios compatriotas.

Propósito da Carta aos Hebreus:

Encorajar os judeus a permanecerem firmes na fé em Jesus, apesar de todo o sofrimento e dificuldades;

Um dos argumentos usados:

– Demonstrar a Superioridade de Cristo como:

– Maior do que os Anjos, Moisés, Josué, Arão;

– O Seu sacrifício ser superior ao dos animais;

– Sendo o Sumo Sacerdote de uma ordem superior.

Lições a serem tirados do texto de Hebreus 12.01-17

  • Não desanime (Hebreus 12.1-4)

1.1 – Veja as testemunhas que nos rodeiam, então LIVRE-SE do PECADO e PERSEVERE (Hebreus 12.1);

“Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta”…

1.2 – Olhe para Cristo, anime-se pelo Seu exemplo e pense que poderia ser PIOR (Hebreus 12.2-4):

“tendo os olhos fitos em Jesus… Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha… Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem se desanimem. Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue”.

  • A Disciplina de Deus revela quem somos (Hebreus 12.5-8)

2.1 – A sua esperança é a certeza de ser Filho e amado, por isso não despreze a disciplina e não endureça o seu coração (Hebreus 12.5-6):

“Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como a filhos: “Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho”

2.2 – Não culpe os outros (Discipulador, Igreja, irmãos, família …), a Deus, anime-se, medite e receba a Disciplina como um ato de amor do Seu Pai amoroso (Hebreus 12.7-8):

“Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Pois, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos”.

  • Alvo: Participar de Sua Santidade (Hebreus 12.9-11)

3.1 – Precisamos nos Submeter, respeitar e confiar na Sua correção (Hebreus 12.9):

“Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos!”

3.2 – Quem crer na Bíblia sabe que nada acontece por acaso, Deus está no controle de Tudo e quer o nosso bem e Santificação (Hebreus 12.10-11):

“Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade. Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados.”.

  • Alvo: Participar de Sua Santidade (Hebreus 12.12-17)

4.1 – Por tudo isso não vacile, não se isole, peça Ajuda, levante-se e você, Igreja, ajude (Hebreus 12.12-13):

“Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes. “Façam caminhos retos para os seus pés”, para que o manco não se desvie, mas antes seja curado!”

4.2 – Não murmure, viva em comunhão e se abra com os irmãos, santifique-se (esse é o retrato do Céu), cuidado com a amargura (Hebreus 12.14-15):

“Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor. Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus. Que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando a muitos.”.

4.3 – Cuidado, não faça pouco caso do que é Sagrado, não troque o Reino de Deus por desejos (namorado, dinheiro, negócios….) (Hebreus 12.16-17):

“Não haja nenhum imoral ou profano, como Esaú, que por uma única refeição vendeu os seus direitos de herança como filho mais velho. Como vocês sabem, posteriormente, quando quis herdar a bênção, foi rejeitado; e não teve como alterar a sua decisão, embora buscasse a bênção com lágrimas.”.

Conclusão

  • A Disciplina de Deus é um ato de Amor para com Seus Filhos;
  • Deus quer corrigir, através da Disciplina, falhas no nosso pensamento, conduta e aperfeiçoar o nosso caráter (Santificação Progressiva);
  • Preciso buscar ao Senhor enquanto posso achá-lo, priorizar o meu MDD e o Seu Reino;
  • Devo buscar a comunhão com os irmãos, valorizar o meu discipulado e buscar cuidar de quem está ao meu lado (Discipular).

Tarefas Práticas

  • Memorize Provérbios 3.11-12;
  • Marque um horário para o seu MDD, compartilhe com a Célula e preste contas diariamente ou semanalmente;
  • Corra atrás do seu Discipulador, procure ajuda e esteja sempre disposto a compartilhar, a ouvir e a receber exortação;
  • Guarde no Coração: Deus está no controle de Tudo, Ele é Bom e a Sua Disciplina é sinal do Seu amor por você;

Perguntas

1- Como você tem aplicado a mensagem em sua vida?

2- Você está precisando de ajuda neste momento?

3- O que você tem feito para ajudar quem está sofrendo dentro da sua célula neste momento?

Anúncios